Dióxido de Titânio

O dióxido de titânio é um pigmento branco de constituição inorgânica, quimicamente inerte e termicamente estável possui alto poder de reflectância e opacidade. O dióxido de titânio é produzido pelo processo sulfato através da reação dos minérios de titânio com ácido sulfúrico ou pela reação com o gás cloreto. Formula geral: TiO2.

Descrição

Pó branco fino, inodoro, insolúvel em água e solventes orgânicos.

Materiais ou substâncias incompatíveis

Reação violenta ocorre com lítio em aproximadamente 200ºC com um flash de luz; neste caso a temperatura pode alcançar 900 ºC. Reação violenta ou incandescente também pode ocorrer com outros metais tais como alumínio, cálcio, magnésio, potássio, sódio e zinco.

Aplicações em tintas e plásticos

Pigmento branco amplamente utilizado para promover alvura, reflectância e opacidade aos produtos como tintas imobiliárias, automotivas, gráficas, viárias, primers, masterbatches, compostos termoplásticos, plásticos de engenharia, etc. Particularmente o tipo rutilo possui alta resistência a descoloração por raios ultra-violeta.

Aplicação em cosméticos

O dióxido de titânio tipo rutilo é utilizado como pigmento e como um físico bloqueador de raios ultra-violeta em protetores solar devido ao seu alto poder de reflectância. O dióxido de titânio tipo anatase é um foto-catalizador sobre raios ultra-violeta podendo em meio aquoso gerar radicais hidroxila, podendo até oxidar oxigênio e materiais orgânicos.

Aplicações gerais

Utilizado na fabricação de papeis, alimentos, dentifrícios, dispersões pigmentarias, borrachas, etc.

Estas informações correspondem ao conhecimento adquirido ao longo do tempo pela Minérios Ouro Branco na fabricação e comercialização deste produto, vindo a instruir sobre os nossos produtos e suas possíveis aplicações, essas informações não caracterizam propriedades especificas dos produtos. Data: 06/2006